O Poeta e a Multidão

Lá vai o poeta
Arrastando-se pelas ruas,
Esperanças nuas,
Cabeça baixa,
Lágrimas nos olhos,
Olhos no chão!
Lá vai o poeta
Com sua poesia,
Sua melodia
E seu violão!
Lá vai o poeta
A passar pela multidão:
Ninguém entendeu a letra,
Tão pouco a canção!

Alguns Trechos

Nivaldo Donizeti Mossato - Todos os direitos reservados